Cinecartaz

José Miguel Costa

3 estrelas

"Compartimento N°6", do cineasta finlandês Juho Kuosmanen, vencedor do grande prémio do júri do Festival de Cannes, é um "road movie" que nos transporta até um Inverno do final da década de 1980 e enfia-nos numa esconsa e decrépita carruagem de comboio, para que sejamos testemunhas do desabrochar da relação atípica entre dois jovens adultos aparentemente antagónicos (uma estudante finlandesa alegadamente lésbica e um rude mineiro russo), no decorrer da longa viagem que partilharão entre Moscovo e o Circulo Polar Ártico (local para o qual se dirigem por motivos distintos (ela para visitar figuras rupestres, ele para trabalhar).
Uma espécie de "Antes do Amanhecer" (do Richard Linklater) em versão seca e sombria, ou não estivessemos perante uma cinematografia nórdica (e, ainda mais, sendo amplificada pelo recurso a uma crua filmagem em registo 35mm - apesar desta ir ganhando alguma leveza à medida que a conexão entre os dois protagonistas se vai cimentando).

Grosso modo, deparamo-nos com uma história sobre dúvidas existênciais, autoquestionamento, busca do sentido da vida e respeito pela diferença, explorada com simplicidade, empatia e até um certo humor sóbrio.

Publicada a 21-12-2021 por José Miguel Costa