Menu
Comentários

2 estrelas

José Miguel Costa, Lisboa 04-11-2021

Denunciar este comentário

O filme "Uma Paixão Simples", da franco-libanesa Danielle Arbid, é um romance pouco cor de rosa, com pretensões eróticas, que nos transporta até ao seio do relacionamento amoroso entre uma professora universitária e um diplomata russo casado (sobre o qual ela nada sabe), assumido por ambos como meramente libertino e descomplexado, sem qualquer compromisso (que se limita à marcação de encontros de indole puramente sexual, de modo unilateral por parte do elemento masculino). Todavia, apesar da natureza do vinculo que os (des)une, a mulher (Laetittia Dosh) começa a desenvolver (conscientemente e sem qualquer amor próprio) uma obsessão e dependência descontroladas pelo dito cujo, ao ponto de deixar-se desmoronar por completo.

Trata-se de uma obra intimista, cujas cenas de envolvimento sexual ("mais que muitas") são filmadas de modo competente, mas que acaba inevitavelmente por entediar, dado "não passar da cepa torta" em termos narrativos (já que, grosso modo, limita-se a expor-nos perante uma sucessão de "dates com enrolanço").

Escrever comentário:

Topo
Pesquisar
© 2011 PÚBLICO Comunicação Social SA