Menu
Ficha de Filme
Pedro, o Louco
Ver trailer Galeria de fotos Sessões

Sinopse

Desesperadamente romântico, iconoclasta e solitário, "Pedro, o Louco" impõe-se como a obra-súmula de toda a primeira fase da obra de Jean-Luc Godard. Um homem (Jean-Paul Belmondo) abandona mulher e filhos para fugir com uma desconhecida (Anna Karina) pela França fora. Mais do que nunca, é um filme voraz e em êxtase, que parece disponível para integrar tudo e onde é impossível prever o plano seguinte. Mosaico de formas e cores (o azul da tinta no rosto de Belmondo contra o vermelho do dinamite) pronto a explodir, assombrado por um magma sonoro polifónico e musical, o lirismo extremo de "Pedro, o Louco" remete para o mais persistente tema godardiano: o desejo e a impossibilidade da formação de um par. Um homem e uma mulher, o céu e o mar à volta deles, o cinema como frágil utopia para unir todas as matérias. PÚBLICO

Actores

Aicha Abadir, Anna Karina, Jean-Paul Belmondo, Pascal Aubier

Votar

Votos dos leitores

Total de votos (34)

Votos dos críticos

Total de votos (0)

Secções

Mesmo Género

Topo
Pesquisar
© 2011 PÚBLICO Comunicação Social SA