Menu
Ficha de Filme
Beuys
Ver trailer Galeria de fotos Sessões

Sinopse

Nascido em Krefeld (Alemanha) a 12 de Maio de 1921, o artista Joseph Beuys produziu obras em vários suportes e técnicas, desde escultura, "performance", vídeo ou instalação. Apesar da notória queda para a arte desde muito jovem, decidiu fazer carreira em medicina. Com o advento da Segunda Grande Guerra, alistou-se na Força Aérea. Depois da guerra, inscreveu-se na Academia de Belas Artes de Düsseldorf, que frequentou entre 1946 e 1951. Durante a década de 1950, dedicou-se principalmente ao desenho. A partir de 1961, tornou-se professor de escultura na instituição onde foi aluno, mas acabou por ser demitido em 1972 por insubordinação, depois de insistir que as suas aulas deveriam ser abertas a qualquer interessado. Mais tarde, conheceu o movimento Fluxus, criando "performances" e trabalhos multidisciplinares que reuniam artes visuais, música e literatura. Com o tempo, a sua obra tornou-se cada vez mais assente na crença de que a arte deve ser um elemento de comunicação e ter um papel na sociedade. Beuys morreu de insuficiência cardíaca, a 23 de Janeiro de 1986. Tinha 65 anos.
Em competição pelo Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim, "Beuys" é um documentário da autoria de Andres Veiel ("Wer Wenn Nicht Wir") sobre um dos mais singulares e influentes artistas alemães da segunda metade do século XX. PÚBLICO

Votar

Votos dos leitores

Total de votos (19)

Votos dos críticos

  • Jorge Mourinha
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
Total de votos (1)

Secções

Mesmo Género

Topo
Pesquisar
© 2011 PÚBLICO Comunicação Social SA