Menu
Ficha de Filme
No Intenso Agora
Ver trailer Galeria de fotos

Sinopse

Cinquenta anos depois de 1968, o documentarista brasileiro João Moreira Salles (“Notícias de uma Guerra Particular”, “Entreatos”, “Santiago”) recuperou as imagens do Maio de Paris e da Primavera de Praga, e juntou-as com os filmes amadores que a sua mãe fez, em 1966, numa viagem à China, em plena Revolução Cultural. O resultado é “No Intenso Agora”, um filme-ensaio com uma tonalidade marcadamente poética que, nas palavras do realizador, “tenta entender como se chega a perder a capacidade para a alegria". Ivan Nunes (PÚBLICO)

Votar

Votos dos leitores

Total de votos (12)

Votos dos críticos

  • Jorge Mourinha
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
  • Vasco Câmara
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
Total de votos (2)

Secções

Mesmo Género

Topo
Pesquisar
© 2011 PÚBLICO Comunicação Social SA